Amigo’s Day

‘Gentem’, o título desse texto até se confunde com uma ótima notícia (amigos dei), mas não é nada disso. Hoje é dia do amigo, ou seja, um dia para celebrar, afinal, são tão poucos. Né?!

 

Estou muito feliz. Acabei viajando para encontrar meus, preciosos, amigos que moram longe. O Amargo chegará da capital catarinense, o Marujo virá da capital fluminense, os demais já estão na capital gaúcha e eu, interiorano, tive que percorrer mais de 300 Km para me juntar ao clã.

 

Quem me hospedou foi o Mergulhão, ele é uma ‘figura’, uma criatura admirável, engraçada e incoparável, ou seja, um amigão!

Se você tem amigos, sabe que inúmeras vezes eles nos colocam em situações embaraçosas. Foi o que aconteceu comigo. Vou contar para vocês, queridos amigos.

 

Ao chegar de viagem, fui direto deixar minha mala no quarto de hóspedes que estava prontinho para mim. Tive uma surpresa  já ‘de cara’, o Kaligula, também estava na cidade, veio da capital paulista. Até aí tudo bem, ele é ótimo, fazia um tempão que não nos encontrávamos. Quando me acostumei com esta idéia de dividir a atenção do anfitrião com ele, outra surpresa. Sim, foi a noite das surpresinhas! Fiquei sabendo que o Intruso, não que ele seja, mas eu vou tratá-lo assim, chegaria do litoral sul.

 

Colocamos um DVD da diva loura, velha, magra, Madonna! Aproveitamos para ensaiar umas coreografias para arrasarmos no show dela aqui no Brasil. Tomamos vinho e comemos ums aperitivos, entre assuntos variados. Estava ótimo.

Blim blom! O intruso adentrou a sala de estar, enquanto estávamos em clima de festa.  Gentil, ele cumprimentou a todos,sorridente, enquanto acomodava-se.

 

Tic tac, tic tac, tic tac… A hora foi passando e nos organizamos para dormir. O meu quarto de hóspedes estava prontinho era só eu deitar,, enquanto, o Kaligula e o Intruso foram acomodados na sala, um no sofá e o outro em um colchão inflável. Depois de tudo organizado, desejei boa noite e fui para meus aposentos.

Tenho sono leve, mas devido ao cansaço, logo dormi.

 

Hummm, hummmm, hããã, aff aff! Barulhos estranho e suspeitos interromperam meu sono, cheguei a pensar que era sonho. Vocês conseguem imaginar?

Sons de sexo vinham da sala. Gemigos contigos, aliás, nem tão contidos assim, murmuros e sussurros.  Não resisti, levantei, fui até a porta que estava entre aberta e espiei. Confirmado! Era sexo, explícito e selvagem. Kaligula e Intruso se revesavam em ‘chupetas’ e carícias. Ui! Muito excítante, confesso, mas demorei a pegar no sono novamente.

 

No dia seguinte, café da manhã como se nada tivesse acontecido, e eu com olheiras profundas e ainda cansado por causa da ininterrupta noite de sacanagem.

 

Para ficar com os amigos a gente passa por poucas e boas. As vezes não tão boas, afinal, seria bem melhor se tivessem me convidado. Né?! Hehehehe!

 

Smack

Anúncios
Post anterior
Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s