Primeiro Beijo do Givago – Parte 2

Como eu tinha prometido, e pra mim promessa é divida, já prometi tanta coisa! Umas foram boas de cumprir, outras mais difíceis, mas honrei minha palavra.

NO DIA SEGUINTE TINHA PASSADO A BEBEDEIRA E O TESÃO. Socorro! Deveria ficar bêbado e de barraca armada para o resto da vida. Imagina!

Eu andava na rua e parecia que todo mundo sabia que eu tinha beijado um homem, que situação, que sensação, que maldição. E agora? Ai beijei um cara! Sim, eu beijei, nossa, vou para o inferno! Não vou nada, eu saí de lá, era assim que nos referíamos a boate que frequentávamos.

Olha a minha inocência, tentei ligar para ele no dia seguinte. Vê se isso é coisa que se faz. Claro que não! Hoje eu sei que não! Mas tem que dar um desconto né, eu era inexperiente. Eu ligava e a criatura não atendia, eu ligava e aquele telefone chamava e chamava e nunca atendia, pior de tudo é que eu ligava para o celular, então ele tinha como saber quem era. Que aflição. Acho que a festa foi num sábado, eu ligava no domingo mas só consegui falar na segunda.

Eu não queria namorar, nem casar, nem transar, ah, essa última talvez. Não, não, eu não queria nada, só queria conversar, dizer, para ele que tinha sido o primeiro, embora isso não fosse importante para ele, mas era para mim.

Quando ele atendeu o celular, foi tão frio, tão ríspido, que me senti um objeto. Bem isso, um objeto. Ah, eu queria gritar, correr, sumir, tinha vergonha de mim. É verdade foi bem assim, matei o fiasco a beliscão. Vocês tem que respeitar, porque cada um reage de uma maneira.

Toda aquela maravilha que tinha sido na festa, se foi, se foi por ralo abaixo como água de chuca. Foi tão triste. Mas depois eu percebi que aqueles sentimentos eram meus, só meus. Nada tinha mudado entre nós, quanto a nossa amizade, era eu que estava confuso. Em uma semana isso passou, e na fsta seguinte já beijei outros e mais outros e me acostumei e me aceitei, porque era um pouco de crise de identidade, era uma fase de transição. Que eu superei com louvor e dignidade e a partir daí comecei a percorrer os caminhos que se abriam. Por enquanto eram apenas caminhos, mas vocês vão ficar sabendo  o que mais se abriu nesta caminhada.

Smack!

Anúncios
Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s