Confete e serpentina

“Munique estou passando mal, eu vi você na praia de fio dental, socorro, socorro…”

Quem não conhece esta marchinha?

Que delícia este clima de carnaval, todo mundo suado se querendo. Uhu!  Já sinto o cheiro de sacanagem no ar.

O que vocês preferem? Carnaval de rua? Baile em clube? Quem sabe uma festinha particular só para convidados especiais? Que tal hein?

Já providenciei minha fantasia, resolvi que este ano vou de Adão. Bem isso, malhei o ano inteiro para ficar com estes gominhos na barriga, aproveitei para fazer depilação a laser no peito e no cofrinho, então preciso exibir os resultados dos meus investimentos e sacrifícios. Ou vocês acham que a gente já nasce perfeito? Não, não mesmo!

Estarei lindo de Adão, mas longe de mim encontrar a Eva, eu quero mesmo é achar o Ivo com a serpente.

Combinei com mais três amigos de irmos numa festa particular promovida por uma drag conhecida nossa, vai ser na casa de praia da louca, já é tradicional tal evento,  vamos encontrar muitos viados lindos e fortes, algumas drags maravilhosas e outras mal montadas, sempre  tem umas que vão com fantasias artesanais de TNT (Tecido Não Tecido), é de chorar no canto a ponto de descolar os cílios postiços. Aff!

Uau! A casa da Suzety Popozuda, este é o nome da anfitriã, estava maravilhosa, uma decoração impecável. O jardim estava iluminado com faixos coloridos  de luz indireta, bandejas cheias de pirulitos, bombons e outras guloseimas ornavam as mesas que formavam pequenas ilhas, uma mesa principal  acomodava as bebidas, tinha clericô, drinks tropicais, espumante, cerveja e  suco de frutas da estação. Nossa! Impecável, saber receber é uma virtude! Fiquei de queixo caído, segurei o colar e suspirei em falsete.

Foi bom nós chegarmos cedo, assim observamos  o figurino de quem chegava, garantimos um lugar privilegiado naquele jardim do Édem.  Enquanto bebericávamos  uns bons drinks, trocávamos  confidencias e recordávamos  momentos de nossas vidas.

O Tobias estava fantasiado de  Robin, o amiguinho do Batman, o Vinícius de Bob Esponja e o Antônio de Betty Boop, afinal, ele era o afeminado, já planejava este look desde o inverno.

A música rolava solta, animada e empolgantee enquanto  mais e mais gente ocupavam  aquele maravilhoso lugar.

De repente eu sem conseguir controlar dei um grito. Ai que susto, tinha visto um fantasiado de Tiazinha, gente, quem lembra da Tiazinha, pelo amor de qualquer coisa. A criatura tinha menos de um metro e meio, e devia pesar mais de 90kg, a cara larga com aquela máscara parecia uma tartaruga ninja, ao invés de usar cinta liga, deveria ter colocado um suspensório naquela calcinha atochada que estava com o elástico vencido. Puta merda, que visão do inferno. Vocês lembram que a Tiazinha depilava os caras no programa de TV, mas essa da festa não viam ou nem sabiam o que era depilação a muito tempo. Juro, juro pelos meus olhos que a terra não há de comer, porque sou doador de órgãos e tecidos, a Tiazona tinha um tufo de cabelo nos ombros que dava para fazer uma trança embutida e com os cabelos do cofre dava para fazer um coque banana. Cruz credo!

Quase que eu peguei o chicotinho sadomasoquista dela e dei naquela cara larga de tartaruga  para ver se caia na real. Que medo, que medo. Disso. Certo que vou ter pesadelos.

Então foi quando eu virei para a minha direita e vi o boy magia. Dei outro grito. Eu pedi para o Tobias me beliscar, eu tinha certeza que era uma visão. Gente eu deveria estar fantasiado de Thunder Cat porque aquilo sim era uma visão além do alcance, eu não podia nem cagar no maiô, afinal, estava apenas com uma folha me cobrindo.

Blond long hair, blue eyes vestido de Thor, com marreta na não e tudo. Lindo, lindo, gostoso, iupi! Não tirei os olhos dele, flertei até ficar estrábico. Ele não me percebia, que raiva, eu to quase pelado e esse cara não me olha. Será que ele é hetero? Era só o que me faltava!

Enquanto nós quatro dançávamos e riamos demais, ele passava por perto, como se fosse um leão, o rei da savana, rondando a presa. Que olhos lindos, azuis mesmo, cílios louros e curvados. Certo que ele usou curvex, é gay, ufa. Eu olhava fixo nos olhos dele e por incrível que pareça, não me correspondia. Que nojo!  Então porque tá na volta? Não dá corda para eu me enforcar.

Ele tinha no antebraço uma tatuagem que não consegui identificar, as veias eram bem salientes, muito sexy aquele braçao, anéis nos polegares e dedos bem grossos. Adoro! Ui!

Fiquei hipnotizado, vem Thor, vem Thor, vem agora. Eu tinha que fazer pensamento positivo né gente? E não é que ele se aproximou, ficou quase do meu lado. E agora? O  que eu faço? Vou ficar um pouco de costas, agora é minha vez de dar uma esnobadinha.

Quando me virei para ele novamente, vocês não vão acreditar, ele estava agarrado na Tiazinha, ou melhor, na Tiazona, beijo e beijo, muito beijo, apertando aquele monte de pneus, sim, a Tiazinha parecia uma borracharia. My God!

Eu não perguntei o que ela tem que eu não tenho, porque eu já sabia. Gosto é gosto já dizia uma velha chupando o nariz da outra. Paciência, a gente tem que saber ganhar e perder. Continuei me divertindo com os amigos e fiquei nesta noite só no confete e serpentina.

Smack!

Anúncios
Post anterior
Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s